Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Poemas’ Category

Chaminé

NESTES NOSSOS TEMPOS DE PROTESTO,
PROTESTEMOS CONTRA TODOS OS MUROS
OS MUROS DO PASSADO:
– A MURALHA DA CHINA
– O MURO DE BERLIM
E OS DO PRESENTE/FUTURO
– O MURO DE TRUMP
– O MURO DE CALAIS

E TAMBÉM CONTRA ESSE MURO METAFÍSICO
– O ISOLACIONISMO –
QUE ESTAMOS CONSTRUINDO EM TORNO DE NÓS MESMOS.

O MURO
Este muro começa
de cima para baixo;
a prumada mais alta
é o seu encaixe.

seu limite na altura
é o seu alicerce;
é ali que a sua
argamassa enrijece.

é ali que mais densa
sua base se apoia
e não nesse outro extremo
que na terra sobra.

seus tijolos vão
à medida que sobem
se tornando pedra
paredão mais sólido.

de modo que o muro
a quem assim o toma
parece visto ao revés
num óculo de câmara.

e esse mato adusto
que nas frestas cresce
tende para o sol oculto
que se adentra na terra.

nele o tempo cessa
seu ciclo de estragos
e reveste de cal
sua escama de pátina.

e se mais de perto
o muro observamos
veremos que se enverga
qual se arredondasse,

como se a defesa
fosse mais de torre
e não esse anteparo
contra o que é de fora.

de tal modo inverte-se
sua força autônoma
que em vez de proteger-nos
aprisiona.

Anúncios

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: